Área de Convivência – Seita das Águas Serpentinas

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Ir em baixo

Khloe - Matilha

Mensagem  Khloe Lykainion em Sex Maio 16, 2014 6:17 am

Ao ouvir as primeiras frases de Calixto, Khloe revira os olhos. Pelo visto não adiantava tentar dialogar com o índio, ele era um poço sem fim de arrogância que arrotava auto-suficiência e pseudo-sabedoria. Definitivamente aquilo não iria funcionar. Quando ele cruza os braços e para de falar, Khloe olha para Maya, indicando que esperava uma reação dela, porque a única reação que Khloe poderia não ser a mais apropriada e como estava disposta a tentar se esforçar para dar uma trégua, até que começassem o trabalho em conjunto na matilha, ignorando as pérolas que saíam da boca do índio cada vez que ele abria a boca.

Ela balança negativamente a cabeça, enquanto pensava:

“Talvez eu realmente fizesse um bem a todos nós, arrancando a língua deste brutamontes, talvez assim, houvesse alguma esperança para esta matilha.”

Mas antes que Maya falasse, o índio e sua língua descontrolada, resolve soltar mais pérolas. Desta vez Khloe não se contém, e esbraveja para Calixto:

– Sério? Nerk’ô Calixto, na boa, vai te fuder!

Não tinha estômago para aquilo. Olha para Maya e fala:

– Desculpa, eu tentei, mas não tenho paciência para jardim de infância ou doentes mentais. Se você tem, vai nessa e boa sorte! A gente se fala depois!

E sem esperar por resposta de nenhum dos dois, procura mudar de forma, passando para a forma lupina, e tão logo virasse loba, sairia dali o mais rápido possível, era o mais sábio a se fazer, antes que resolvesse realizar o desejo cada vez mais latente de arrancar a língua daquele índio insuportável.

“Sujeito imbecil. Tentar falar com ele é o mesmo que falar com pedras. Eu desisto!”

Estava irritada, e por isso correria para algum lugar afastado, junto as águas, para que pudesse relaxar um pouco.

avatar
Khloe Lykainion

Mensagens : 164
Data de inscrição : 14/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calixto - Narração

Mensagem  Calixto em Sex Maio 16, 2014 7:52 am

Khloe mais uma vez perde a cabeça, mostrando sua hostilidade imatura para o Ahroun, que balança a cabeça em reprimenda. E quando ela toma a forma lupina e foge, ele percebe que o fato de toda aquela raiva era por ter nascido mulher ao invés de um guerreiro homem como ele o era.

"Pobre criança, está confusa."

- Talvez alguém devesse explicar para a jovem que não há problemas com o fato de ter nascido mulher; humana. Que aqui não é cidade de homem branco. E que todos nós temos a sorte de receber uma missão dada pela própria Deusa - e mesmo invasores pervertidos como vocês, têm uma chance.

Finaliza a frase estralando os dedos das mãos em um aperto forte de punho.
avatar
Calixto

Mensagens : 108
Data de inscrição : 16/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Calixto

Mensagem  Narração em Sex Maio 16, 2014 11:40 am

Quando Khloe sai, Maya inspira profundamente, incomodada com aquela situação. Ela diz pra Calixto.

- Do que tá falando? Nos nascemos aqui do mesmo jeito que você. Fica aí julgando as pessoas por raça, não tem vergonha? E agora, nem raças importam mais. Porque somos Garou, isso vem primeiro. Se continuar bancando o índio orgulhoso, vai acabar causando as mortes de todos nós. Agora, pensa nisso, porque à noite vamos nos encontrar de novo.

E então Maya saiu.

avatar
Narração

Mensagens : 317
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Área de Convivência – Seita das Águas Serpentinas

Mensagem  Narração em Sex Maio 16, 2014 11:41 am

FIM DE CENA!


Retornamos amanhã, sábado, dia 17/05, com dois novos personagens, sob o manto da noite!
avatar
Narração

Mensagens : 317
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Khloe - Narração

Mensagem  Khloe Lykainion em Dom Maio 18, 2014 4:21 pm

Algumas horas se passam e Khloe aproveita o tempo para acalmar os ânimos e aproveitar o Caern da melhor maneira possível. Faz meditação por algum tempo, e depois, junto de Helena vai até a penumbra onde procura treinar os dons aprendidos, entre outras coisas.

Luna reinava no céu, na mais bela das fases e a noite era quente e seca. Era um clima bem diferente de sua terra natal, que só atingia estas altas temperaturas nos mais quentes dias de verão, e por isso aquele calor extremo em pleno inverno do hemisfério norte, era algo que a Theurge ainda não se habituara.

Ela se despede de Helena e segue de volta para a casa onde iriam se reunir novamente. Khloe segue caminhando a passos curtos, esperando que desta vez as coisas que tinham que ser tratadas fossem resolvidas. Esperava que o índio linguarudo não estragasse tudo de novo.

Ao chegar no local, entraria. Não sabia ainda se seria a primeira chegar ou se já haveria alguém por lá. Se houvesse, esperava que fosse Maya.

avatar
Khloe Lykainion

Mensagens : 164
Data de inscrição : 14/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calixto - Narração - Khloe

Mensagem  Calixto em Ter Maio 20, 2014 10:13 pm

O índio treinou as próprias habilidades de combate sozinho, por algum tempo (sabendo da oportunidade de treinamento que perderam por um destempero na matilha), e finalizando o treino, tira um cochilo rápido, e logo que acorda, volta para a cabana da reunião. E lá estava a nervosinha da Khloe, a primeira a chegar.

"a invasora magrela deve estar pirando com essa mudança para um ambiente natural, imagino..."

A encara de braços cruzados, ainda lembrava de sua afronta. Apesar daquela débil fuga no final - comprovando sua teoria de que ela tenha algum problema com o fato de ser chamada de mulher, aceitando a sugestão que o próprio índio dera e virando loba. No entanto a fuga em disparada foi inusitada. E mesmo o índio passou parte de seu tempo intrigado (pouco antes de pregar o olho), imaginando o que a teria traumatizado.

- Urgh!

Assim resumiu um cumprimento. Balançando a cabeça para frente e então para trás.
avatar
Calixto

Mensagens : 108
Data de inscrição : 16/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Khloe - Calixto

Mensagem  Narração em Qua Maio 21, 2014 11:36 am

- Holla, Khloe

Disse Josesito, assentado na cama. Estava com um casaco militar, calça jeans, botinas, e um boné vermelho. Não parecia se preocupar muito com moda. Pouco depois, Calixto chegou. Ele se levantou, colocando as mãos nos bolsos do casaco.

- Bom, mais um. Só falta a outra.

E foi só ele falar, pra Maya chegar, acompanhada por um jovem jobo, não aparentando ter mais de um ano. Ao chegar à porta da casinha, ele sumiu, misturando-se à escuridão.

[Maya] – Desculpem a demora! Já estamos indo?

[Josesito] – Sim, estamos. Hoje conhecerão o nosso “quartel general” dentro da cidade. Vão conhecer os Parentes que temos lá. Pessoas que nós protegemos, e que nos protegem, nunca se esqueçam disso. Agora, mudem pra forma Lupina. Assim chegamos mais rápido ao estacionamento.

Disse o homem, que se transformou em um lobo diante dos olhos de todos. Suas roupas sumiram com seu corpo, revelando um lobo de porte relativamente pequeno, com pelos marrons e um tanto duros. Maya se transformou em seguida, livrando-se das roupas depois e as pegando em sua boca. Os dois saíram primeiro da cabana, esperando os restantes lá fora.
avatar
Narração

Mensagens : 317
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calixto - Narração - Khloe

Mensagem  Calixto em Qua Maio 21, 2014 3:27 pm

Calixto então ver o vira-latas e logo os outros chegam. Josesito diz para transformarem-se em lobos e então seguir caminho. O índio tirou a calça e o colete, assim como as botas, e os dobrou em um rolo, e em seguida virou um espetacular lobo branco, de olhos lilases, quase que com uma áurea sobre si. Morde as roupas e segue os outros.

"Deveríamos viver nus e só vestir nas porcarias das cidades de brancos - para não nos infectarmos muito."


Última edição por Calixto em Qua Maio 21, 2014 4:24 pm, editado 1 vez(es)
avatar
Calixto

Mensagens : 108
Data de inscrição : 16/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Khloe - Matilha

Mensagem  Khloe Lykainion em Qua Maio 21, 2014 3:36 pm

O líder já estava na cabana e Khloe responde ao cumprimento e quando pensa em falar com ele sobre o ocorrido mais cedo, o índio chega com seu jeito boçal de sempre, mas a Fúria procura não dar confiança, logo Maya chega e Josesito dá as ordens para mudarem para a forma lupina. Ele se transforma e em seguida Maya e Calixto. Khloe também se concentra e ao contrário dos outros dois, suas roupas simplesmente desaparecem, transformando-se junto com ela, assim ela não precisaria que carregar nada e nem morrer de vergonha quando voltasse a forma racial completamente nua.

A loba de pêlos negros brilhantes segue para o exterior da casa, pronta para seguir para onde quer que fosse. Sentia-se ansiosa para chegar na cidade. Já fazia muito tempo que não via a “civilização” por assim dizer.

avatar
Khloe Lykainion

Mensagens : 164
Data de inscrição : 14/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Khloe - Calixto

Mensagem  Narração em Qui Maio 22, 2014 3:08 pm

Josesito seguiu correndo, acompanhado pelos demais. A velocidade seria impossível de ser alcançada e acompanhada por muito tempo, por pessoas normais. Mas eles não eram pessoas normais, e naquela forma lupina, ganhavam uma resistência que jamais tiveram, transformando grandes distâncias em algo menor que um desafio. A lua iluminava um pouco a noite. Com seus sentidos mais aguçados, todos podiam ouvir uivos, e outros sons da noite de uma maneira bem vívida, e os cheiros eram bem presentes, em uma mistura que enlouqueceria qualquer um que sentisse pela primeira vez.
avatar
Narração

Mensagens : 317
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Khloe - Matilha

Mensagem  Khloe Lykainion em Sex Maio 23, 2014 8:30 am

“Piece of cake!”

Pensava Khloe enquanto seguiam naquela agradável corrida que jamais poderia participar se fosse apenas uma simples humana.

“It’s so cool! Stamina quase infinita!”

E assim, bastante animada, seguia a Fúria Negra em sua corrida, extasiada com aquele mix de sensações e sons que apenas os apurados instintos dos Garou conseguiam captar.

avatar
Khloe Lykainion

Mensagens : 164
Data de inscrição : 14/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calixto - Narração - Khloe

Mensagem  Calixto em Sex Maio 23, 2014 9:31 am

O enorme lobo branco, seguia nariz a nariz com o roedor de ossos. Só não forçava para ir além por não saber onde é que iriam. Queria ser o primeiro a dar uma boa dentada em seus inimigos. Tinha sede de sangue. Estava a muito tempo longe da guerra. E mesmo com parceiros como aqueles não lhe desanimavam as expectativas de retorno.
avatar
Calixto

Mensagens : 108
Data de inscrição : 16/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Khloe - Calixto

Mensagem  Narração em Sab Maio 24, 2014 12:29 am

O grupo avançou uma grande distância com facilidade, e quando perceberam, estavam chegando aos limites do parque, aproximando-se do estacionamento. Parecia a ultima fronteira da tecnologia naquele lugar. Um homem s levantou imediatamente da guarita onde estava assentado, e assim fez também um lobo. Os dois se aproximaram do grupo. Josesito voltou à forma humana. Maya se afastou um pouco pra que pudesse se vestir.

[Josesito] – Holla, Manuel! Me arruma um carro aí, de 4 lugares.
[Manuel] – Beleza! Vê se não arranha.

Josesito riu, e os dois se dirigiram a um carro grande, um chrevolet quadrado, parecendo de modelo um tanto antigo, mas com 4 portas. Josesito se assentou no banco de motorista, esperando pelos outros enquanto conversava com Manuel. O lobo se aproxima de Khloe e Calixto, os cheirando a uma certa distância.

avatar
Narração

Mensagens : 317
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calixto - Narração - Khloe

Mensagem  Calixto em Sab Maio 24, 2014 7:24 am

Finalmente chegam no que parece ser uma fronteira. Josesito volta a forma humana e pede um carro enquanto o lobo que estava com o homem chamado Manuel se aproxima farejando a ele e a Khloe. O índio ignora e ver Maya se afastando para vestir as roupas. Calixto não tem o mesmo pudor. Larga seus pertences no chão e volta a forma humana ali mesmo. Um enorme pele vermelha de 2,10 mt em pelo. Veste as calças e então as botas, coloca o colete de couro indígena e um amuleto em volta do pescoço.

Segue para o carro e passa a mão sobre a cabeça do lobo em um contato amistoso - como um oi. E entra pela porta da frente do carro, sentando-se no carona. Virando para Manuel em um cumprimento.

- Holla.
avatar
Calixto

Mensagens : 108
Data de inscrição : 16/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Khloe - Matilha

Mensagem  Khloe Lykainion em Sab Maio 24, 2014 8:16 am

A corrida finda na entrada principal do parque, que Khloe recordava-se bem, onde o segurança e um lobo faziam a vigília.

Josesito retorna a forma racial, e o lobo que acompanhava o homem aproxima-se um pouco, cheirando-os, e o índio volta a forma racial, com seu estranho prazer em ficar nu na frente de mulheres que mal conhecia, fazendo Khloe revirar os olhos.

A Fúria, antes de retomar a sua forma racial, comunica-se com o lobo:

“E aí, tudo bem?”

Espera alguns instantes para ver qual seria a resposta dele, pois achava muito bacana aquilo de poder se comunicar daquela forma. Ela então retorna a sua forma racial, Thanks God!, com suas roupas devidamente coladas ao seu corpo, o que não acontece com Maya, que precisa se esconder para poder se vestir.

“Será que consigo ensinar esse truque pra ela? Coitada, ter que ficar despindo e vestindo é complicado. Vou ver se ensino isso pra ela e… de repente até pro Calixto pra não precisar ter que virar a cara toda vez que ele aparece pelado na nossa frente!”

Vendo que o índio já tinha se sentado no banco da frente, porque certamente ele não seria capaz de perguntar onde as damas queriam se sentar, Khloe vai para o banco de trás, cumprimentando o senhor Manuel com um aceno de cabeça ao passar por ele. Ela senta-se atrás de Calixto, porque desta forma não teria o desprazer de ver seu rosto durante a viagem. Na verdade tinha sido ótimo ele ficar no banco da frente, assim ela e Maya seguiriam juntas.

avatar
Khloe Lykainion

Mensagens : 164
Data de inscrição : 14/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Khloe - Calixto

Mensagem  Narração em Sab Maio 24, 2014 12:06 pm

Quando entra no carro, Calixto pode ouvir o final da conversa dos dois, com Manuel falando.

- (...) Se for praquele lugar, toma cuidado.

E então se afasta. Josesito se vira para Calixto, dando uma olhada melhor nas roupas que ele vestia. Não eram as melhores roupas pra infiltração... Mas ele logo aprenderia isso.

O lobo, diante da pergunta de Khloe, parecia um tanto confuso, chegando a projetar suas orelhas pra trás.

- “Tudo... bom?”

O lobo não diz mais nada, e não demora muitos segundos pra esquecer daquilo e ir fazer outras coisas. Maya chega ao carro pouco depois de Khloe. Quando todos estavam dentro do carro, Manuel abriu o portão que dava pra fora do parque, e Josesito deu partida, durigindo rápida pra sair dali.

avatar
Narração

Mensagens : 317
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Calixto - Narração - Khloe

Mensagem  Calixto em Dom Maio 25, 2014 5:46 am

Com o arranque do carro, logo após as garotas entrarem no mesmo, o índio coloca o cinto de segurança e cruza os braços. Calixto, então, decide dizer o que lhe ficou engasgado, quando as menininhas saíram fugidas da discussão de antes. E fala em um rompante com voz firme.

- Maya, Khloe e Josesito. O assunto de ontem não foi finalizado com a fuga das duas no final. Pensam que tenho problema com a raça de vocês? Não! Não sou como os do seu povo. O meu problema é com os estrangeiros da Wyrm. E vocês para mim são isso, ou 'somente' os descendentes dos invasores - como alguns gostam de se justificar. Nossa terra era pura, seguíamos as antigas tradições - os Wendigo e nossos parentes - e então roubaram nosso lar e o envenenaram com os seus costumes vis sobre o sangue de nosso povo, poucos instantes depois de darmos nossa hospitalidade aos seus. E aí você vem dizer: 'nascemos aqui também'. Háh! Um caráter diferente dos de seus pais é preciso ser provado e não falado. A dívida ainda está valendo e eu sou um dos últimos cobradores vivos.

Desembucha tudo sem nunca ter tirado os olhos do horizonte que trespassava o para-brisa do carro.
avatar
Calixto

Mensagens : 108
Data de inscrição : 16/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Área de Convivência – Seita das Águas Serpentinas

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 3 Anterior  1, 2, 3

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum