RUAS - Zona Norte

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

RUAS - Zona Norte

Mensagem  Admin em Qui Nov 06, 2014 6:33 pm

Auto-explicativo.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Amanda - Narração

Mensagem  Amanda Compton em Qui Nov 06, 2014 9:14 pm

As ruas estavam bem calmas e com uma arquitetura antiga que a ruiva adorava. Gostava muito daquele tipo de decoração de tempos antigos, o barroco era o seu favorito, bem exagerado. Passando pelas ruas ela começava a sentir aquela vontade MISTER de um toque feito por um tato mágico. Aquela noite teria... Ah tinha de ter! Estava louca pra estar numa cama quentinha com um... talvez dois... Porque não TRÊS, pessoas??? Não importava muito se era homem ou mulher... Claro que preferia homens, eram bem mais brutos e mais firmes, tinham mais pegada e tinham aquele brinquedinho mágico, mas que poucos eram os dotados que sabiam usá-lo com maestria. No momento sentiu um desejo em particular.. Queria tirar a virgindade de alguém, mas onde encontraria uma pessoa virgem? Poder ensinar uns truques tal como mestre Kenobe e jovem Anaquim? Mas não teria problema em ter um Luke junto... Ai ai... Sua imaginação a levava a lugares que esse mundo material jamais poderia ter.

A garota perfeitamente normal lambia os beiços pensando já no final, sabia exatamente como acabaria, e isso só a fazia fechar as pernas tentando conter o desejo um pouco até encontrar alguém. Ela passa por um local com um cartaz bem chamativo de um lugar chamado Boate Look, parecia bem interessante e ao que parecia ele logo estaria aberto... Tinha tempo, era para aquele lugar que iria aquela noite. A ruiva então procura um lugar para estacionar o carro e ficar na entrada até a boate abrir... Vai que conhecia alguém interessante ali mesmo na entrada. Mal podia esperar... Esperava que ela gostasse de facas.
avatar
Amanda Compton

Mensagens : 35
Data de inscrição : 01/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Amanda

Mensagem  Admin em Qui Nov 06, 2014 9:20 pm

Obs: a boate fica no Centro! Desculpe por ter me esquecido de falar isso. Aquele cartaz é uma propaganda, apenas.

A imaginação de Amanda simplesmente aflora, em meio a todos os desejos que possui. A possibilidade de um lugar cheio de pessoas excitadas e loucas por uma noite selvagem a enlouquecia. E conhecia a si mesma, sabia de sua beleza. Não seria difícil encontrar “presas” por aí. Pra chegar à boate, ainda teria que ir pra outra região da cidade. As ruas eram cheias de placas, apontando para uma via rápida. O trânsito ali não era tão demorado, então não demoraria a sair dali. Enquanto isso, podia se deliciar com a visão de alguns casarões antigos. Algo bem colonial.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Amanda - Narração

Mensagem  Amanda Compton em Qui Nov 06, 2014 9:36 pm

Ainda teria um bom tempo para chegar à boate, ela ficava no centro, talvez desse o tempo certinho, mas ai... Estava louca para saciar o seu desejo logo, as vezes podia até encontrar um local privado pra poder se saciar um pouco pelo menos até chegar lá, mas repensou e achou melhor esperar, porque quando chegasse a hora... Ah... Ia ficar por cima e queria ver quem fosse segurar, pelo menos duas horas tinha que aguentar, no minimo!!! Se não aguentasse ela daria um jeito de animar as coisas até levantar denovo!

Sabia que não seria nada difícil encontrar uma "presa" na cidade, lembrava-se de quando as pessoas a rejeitavam porque não era muito bonita, hoje os tempos mudaram... Mas sentia-se triste, lá no fundo... Porque queria que Gabriel estivesse junto também, ele era o único que havia se interessado por quem ela era de verdade e à primeira vista... Naquele beco escuro e sujo... .Se ele não tivesse sido alvo de um trabalho espiritual daquela vadiazinha estaria vivo hoje, seu coração não teria sido comprometido.

Suspirou brevemente e segurou um pouco o choro.

- Ah.. Gabriel... Seu idiota, sinto tanto a sua falta...

Parecia que havia sido ontem que havia o esfaqueado até a morte, mas na verdade já faziam alguns anos, e mesmo depois de tudo... A ruiva ainda sentia falta daquele patife.

O que fez a jovem e bela moça se distrair daqueles pensamentos terrivelmente tristes de saudades, foi a arquitetura daqueles casarões antigos da era colonial que ela gostava. Ficou pensando no momento se teria aula de história da arte da faculdade de design, queria até mesmo entender um pouco de como são feitas aquelas decorações, que conceitos eram utilizados e qual era o método analítico de sua caracterização. Ficou apenas observando e observando, aquilo poderia também distrai-la de seus desejos até chegar na boate, o design e a arte eram as únicas coisas que a distraiam um pouco dos seus desejos, mas mesmo assim era algo muito difícil de se acontecer por completo.
avatar
Amanda Compton

Mensagens : 35
Data de inscrição : 01/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Amanda

Mensagem  Admin em Sex Nov 07, 2014 7:53 am

Depois de uns 10 minutos dirigindo, Amanda pode ver a via rápida, um grande viaduto que se elevava acima das ruas. Uma placa grande dizia “CENTRO”, indicando que aquele era o caminho. Ali o trânsito era rápido. Os carros mantinham uma média de 70km por hora. Naquela velocidade, seria rápido chegar ao centro, e finalmente saciar sua vontade.

_______________
Continue em RUAS - Centro.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Karsh Von Bredtch em Qui Nov 13, 2014 1:42 pm

Não era um espécie belo... Mas poderia ter utilidade se desmembrado e esvicerado, pensa o Tzimisce...

Enquanto pensa nas multiplas possibilidades Karsh percebe que mudou de ares e que as construções eram melhor delineadas... Isso não importava ao Cainita... Gado era Gado independentemente do lugar que se escondia...

Para passar o tempo enquanto se encaminhava ao seu destino ele busca no seu bolso um maço de cigarros e seu isqueiro com a suastica nazista, presente do próprio Führer... Ele fica alguns segundos admirando as chamas proximo ao seu rosto enquanto acende o cigarro, sentindo a besta se incomodar e se acalmar dentro de si... Não temia o fogo, não naquelas proporções.

Enquanto fuma dentro do taxi, o Tzimisce se entretem olhando a alma do motorista

OFF: Auspícios 2
avatar
Karsh Von Bredtch

Mensagens : 34
Data de inscrição : 09/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Karsh

Mensagem  Admin em Dom Nov 16, 2014 10:56 am

Lendo a alma daquele homem, Karsh poderia ver medo e incertezas, uma grande ansiedade. Ele acelerou o máximo que podia, e aos poucos, o Tzimisce podia ver algo se aproximar. Uma grande construção de pedra, mais parecida com uma grande fortaleza. Era no alto de uma colina, como o Arcebispo tinha falado. Grandes muros cercavam a base da colina, tapando também uma boa parte da mansão da vida do mundo externo. O taxista parou há alguns metros do grande portão, olhando Karsh pelo retrovisor.

- Acho que o lugar que o sinhô queria chegar é aqui! Só tem essa!
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Karsh Von Bredtch em Seg Nov 17, 2014 10:47 am

O Vampiro prende o olhar do taxista ao seu, no momento em que o mesmo o olha pelo retrovisor.

Com a potencia de sua vitae ele ordena

-Durma

Off: Dominação 1 + Gasto de 1 ponto de FV
avatar
Karsh Von Bredtch

Mensagens : 34
Data de inscrição : 09/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Karsh

Mensagem  Admin em Seg Nov 17, 2014 5:13 pm

- Oi? Dormir? Como assim, sinhô?

O homem perguntou, ainda olhando pelo retrovisor. Ele parecia completamente confuso com aquela situação. A tentativa de Karsh havia falhado. O espelho não fora suficiente para que sua vontade pudesse entrar pelas “janelas da alma” daquele homem. O mero reflexo não bastaria. O homem aberta um botão no painel do carro, que faz a porta se abrir, dizendo em seguida.

- Deu 50 dólares, a corrida.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Karsh Von Bredtch em Ter Nov 18, 2014 11:51 am

Ele sorrira... o Demonio nao via problema nas coisas difíceis... com o bisturi na mão ele assevera

-Claro aqui esta!

O bisturi corta o ar em direcao a jugular do taxista.
avatar
Karsh Von Bredtch

Mensagens : 34
Data de inscrição : 09/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Karsh

Mensagem  Admin em Ter Nov 18, 2014 11:57 am

O homem nem tem tempo de reagir, e aquele bisturi se enterra em sua jugular, com o sangue começando a escorrer por seu pescoço. Ele leva as mãos ao ferimento, tentando contê-lo. Seus gritos eram altos, estridentes e completamente desesperados. Karsh poderia se deliciar com aquela visão sangrenta. Os gritos logo atraem um homem que estava perto do portão da mansão. Estava vestido com um terno, e com uma escuta em seu ouvido direito. Ele primeiro chega perto da janela do motorista, dando um soco em seu queixo, forte o bastante pra fazê-lo desmaiar, e pender pro lado do banco carona, rapidamente apertando um botão pra que as janelas do carro sejam todas fechadas. Ele então se aproxima da porta de Karsh, que estava aberta. Ele já levou a mão à pistola que estava em sua cintura, mantendo uma distância segura.

- O que significa isso?!?!
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Angel - Narração

Mensagem  Triss Stone ("Angel") em Ter Nov 18, 2014 12:45 pm

O que diabos aquele verme pretendia fazer com ela? Não sabia dizer se “ter alguns dias” para tentar escapar daquela situação era algo bom ou se era preferível encontrar logo a morte final. Fosse o que fosse, nenhuma das possibilidades lhe agradava. No fundo, por mais que tudo estivesse uma merda, Angel não era do tipo que se entregava. Havia sempre algo que lhe motivava a continuar, a procurar encontrar soluções e superar seus problemas. Não era do tipo que encontrava o fundo do poço e se acomodava por lá. Era do tipo que escalaria as paredes do poço nem que para isso tivesse que ficar com as mãos em carne viva e que, levasse o tempo que levasse, sairia da merda em que tinha se enfiado. Assim era aquela Brujah.

De repente uma mordida obscena em sua bunda. Que ódio! Mas que ódio daquele verme maldito! Se a Brujah ao menos pudesse extravasar um pouco da ira que sentia.

Não via nada, já que estava jogada nos ombros e costas do odioso Nosferatu, mas percebia que saíam da igreja. Por fim é jogada no banco traseiro de um carro, libertando-se daquela proximidade tão indesejada. Seu captor assume o volante e liga o som, trazendo para o ambiente algo que não consideraria música jamais! Não entendia caralho nenhum porque aquela merda devia ser alemão e parecia que o sujeito estava vomitando em cima do microfone e para piorar, o verme Nosferatu começa a cantar em conjunto, o que tornava tudo muito mais insuportável.

De olhos abertos, tentando ver o que fosse, Angel aguardava apenas por uma única oportunidade daquela estaca sair de seu coração para que ela pudesse colocar suas garras de fora e arrancar a cabeça do maldito que lhe prendera. Com sorte, a movimentação do carro talvez pudesse contribuir para que a estaca se movesse e ela se libertasse. Tinha que dar no pé antes de ir parar no lugar que o Nosferatu queria lhe levar ou senão, estaria mesmo em sérios apuros à mercê daquela nojenta criatura.


Última edição por Triss Stone ("Angel") em Qua Nov 19, 2014 10:32 am, editado 1 vez(es)
avatar
Triss Stone ("Angel")

Mensagens : 14
Data de inscrição : 16/11/2014
Localização : Around the world...

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Karsh Von Bredtch em Ter Nov 18, 2014 2:22 pm

O movimento tinha sido cirúrgico como todos na vivência do Demônio. O gado era fraco e lento... ele era superior. O gado gorgolejava... Ele ja imaginava as nuances do desenrolar da pele do taxista, o esticar de seu intestino, a ponto de quase nao perceber a chegada do homem... Finalmente karsh percebe o homem de terno e seu revólver nao que isso fosse um problema... mas preferia ver com quem lidava. Frio como mármore ele ativa o dom de sua vitae para ver sua aura.

Off: auspicios 2
avatar
Karsh Von Bredtch

Mensagens : 34
Data de inscrição : 09/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Karsh

Mensagem  Admin em Qua Nov 19, 2014 11:20 am

- Senhor, direi apenas uma vez: Identifique-se!!

O homem sacou a pistola. Era uma 9mm, aparentemente, nada realmente perigoso para um Cainita, com seu corpo morto, e abençoadamente resistente. Observando a aura do homem, Karsh poderia notar que se tratava de um mortal um tanto apreensivo. Suas feições mostravam uma grande ansiedade em saber do que se tratava. Com seus sentidos expandidos, Karsh poderia até mesmo notar a pequena expansão na pele do homem, causada pelo forte pulsar da artéria carótida externa.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Karsh Von Bredtch em Qua Nov 19, 2014 1:43 pm

A presença do Cainita era ainda mais palpável seus olhos faiscavam no negrume do carro enquanto media o humano

Humano... Mais um do gado... Mas, ainda assim, se aquela fosse a mansão do Arcebispo, aquele talvez fosse um serviçal... Bem o Demonio via que o Alto representante da Espada de Caim era afeto a lidar com humanos... Isso causava ojeriza no Tzimisce... Mas se fosse assim deveria respeitar o Senhor daquela aberração... Pelo menos por enquanto...

Finalmente ele fala

-Não deveria se meter entre o caçador e sua presa... Procuro Giancarlo Dellariva
avatar
Karsh Von Bredtch

Mensagens : 34
Data de inscrição : 09/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Karsh

Mensagem  Admin em Qua Nov 19, 2014 2:19 pm

Enquanto falava, Karsh poderia notar um segundo homem se aproximando daquele táxi. O primeiro ainda não havia guardado sua pistola. Mas então, ele leva a mão livre ao ouvido, parecendo apertar um botão ali. Fala algumas coisas, e em seguida guarda a pistola, tirando seu celular e virando a câmera na direção de Karsh. Alguns segundos daquela forma, e ele guarda o telefone, parecendo dar fim àquela conversa.

- Karsh Von Bredtch. Parece que já era esperado... Entre.

O homem apontou para um grande portão, que já se abria. O segundo homem entra no banco de motorista do táxi, e assim que Karsh saísse, o homem arrancaria com o carro, levando-o para longe.


_______
Eu resolvi fazer o Giancarlo voltar a ter seu sobrenome inicial: Della'Passaglia! Considere que ele falou isso.
Continue em Mansão do Arcebispo.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Karsh Von Bredtch em Qua Nov 19, 2014 2:33 pm

O Demonio desce do carro analisando o lacaio a sua frente e assevera com tom imperativo

-Guarde o corpo. Preciso do material. E traga minhas malas q estão no banco de trás. Meus utensílios eu mesmo levo.

Ele olha para trás certificando q o outro também havia ouvido sua ordem.

- Agora me leve ao seu Senhor.

avatar
Karsh Von Bredtch

Mensagens : 34
Data de inscrição : 09/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Victor - Angel

Mensagem  Victor Krueger em Sex Nov 21, 2014 12:34 pm

O Nosferatu continuou dirigindo. E a estaca não dava sinais de que ia sair. Angel podia sentir que a madeira era grossa, e estava bem apertada dentro do buraco feito em seu peito. O estranho sujeito continuou a cantar. Ela não podia vê-lo, pela posição em que foi deixada, mas aquela voz nojenta era impossível de se evitar. Depois de alguns bons minutos, ela nota o carro diminuindo a velocidade, e uma buzina é dada. Agora, a voz deixa a cantoria de lado.

- Abre esse portão aí, chefia!

O homem gritou. Angel conseguia ouvir um portão pesado se abrindo, e então o carro volta a andar, parecendo se coloca em uma subida, pela sensação de ter seu corpo pendendo na direção do encosto do banco.  Quando ele para o carro, sai do mesmo, abrindo a porta traseira e inclinando o corpo sobre o de Angel, apoiando as mãos na barriga dela. Sua face agora era a face de um homem feio, branco, e com cabelos loiros bem claros, quase brancos. Mas aos poucos a aparência vermelha e deteriorada voltou.

- Sentiu saudades, gracinha? Não precisa se preocupar... não vou mais te deixar sozinha hoje, não...


______
Continue em Mansão do Arcebispo!
avatar
Victor Krueger

Mensagens : 4
Data de inscrição : 01/11/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Martin - Ayla

Mensagem  Martin Gutierrez Fletcher em Qui Dez 04, 2014 1:07 pm

Martin começava a ouvir sobre o seu clã: Serpentes de Luz, mas pelo que entendia seu clã era uma divisão de um outro: Seguidores de Set, uns idiotas que veneravam um suposto Deus Negro, que era apenas um dos Antediluvianos. Os Setitas eram inimigos dos Serpentes de Luz e eram muito perigosos e traiçoeiros. Sem saber porque, Martin começa a sentir muita raiva destes sujeitos estúpidos. Ele pergunta:

– Esses… setitas… pelo que entendo somos uma divisão deles, porque não veneramos nenhum suposto deus negro, que é um antediluviano que nós, do Sabá, combatemos. É isso? Se somos uma divisão do clã, possuímos as mesmas dicisplinas? Como reconhecer um setita?

avatar
Martin Gutierrez Fletcher

Mensagens : 47
Data de inscrição : 06/11/2014
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Martin

Mensagem  Admin em Qui Dez 04, 2014 5:48 pm

- Reconhecer um Setita é difícil. E sim, nós temos a mesmas Disciplinas, e a mesma maldição: não somos muito tolerantes à luz. Ela nos incomoda mais do que aos outros, e a luz do Sol, infelizmente, nos queima com mais intensidade. Somos as verdadeiras criaturas da escuridão, apesar dos Lasombra dizerem o contrário...

Ela gargalha um pouco.

- Nossas Disciplinas são uma combinação bem interessante. Nós podemos nos tornar invisíveis, isso você viu. O que você ainda não viu, é a nossa capacidade de influenciar as emoções daqueles à nossa volta. Podemos fazê-los nos amar loucamente, ou temer como se estivessem diante do próprio diabo. E por fim, aquela Disciplina que nos define: somos capazes de trazer à tona marcas da Serpente. Meus olhos dourados, que podem hipnotizar os incautos. A língua fendida, que causa o mesmo tipo de dano que a as garras Gangrel, e quando atingimos o nível máximo de maestria, podemos até mesmo destacar uma parte de nossos corpos. Consegue adivinhar? Não? O coração... Nada de estacas contra nós. Interessante, não é mesmo?

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Martin - Ayla

Mensagem  Martin Gutierrez Fletcher em Sex Dez 05, 2014 9:49 am

Martin ouve sobre a maldição que afetava os de seu sangue e não achava que de fato aquilo pudesse lhe prejudicar muito, já que não pretendia andar por aí durante o dia. Quando ouve sobre suas disciplinas, fica bastante satisfeito. Pareciam muito interessantes e já se questionava quando poderia começar a experimentar seus dons sobrenaturais. Remover o coração do corpo? Ter uma língua de serpente capaz de causar ferimentos graves nos inimigos? Impressionante!

Ele responde animado:

– Impressionante!!! Eu já consigo usar algum desses poderes? Como faço?

Questiona visivelmente interessado.

avatar
Martin Gutierrez Fletcher

Mensagens : 47
Data de inscrição : 06/11/2014
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Martin

Mensagem  Admin em Sex Dez 05, 2014 2:40 pm

- Ainda não, Martin. Ainda não... Aprender as Disciplinas requer tempo, e muitas vezes, algum treinamento. Com o tempo, seus dons despertarão.

Martin podia perceber a van diminuindo de velocidade. Uma buzina é dada, e ele pode ouvir em seguida o som de um portão de rolamento se abrindo. A van volta a se mover, mas mais devagar. Todos ali dentro poderiam sentir que a van parecia subir um pequeno morro. Novamente, ela para, com Andrew já se levantando. O homem diz, olhando para Martin.

- Essa é a Catedral. O centro de nosso poder na cidade. Cuidado. É o lar do Arcebispo, o mais honorável entre nós. Ele é um homem tolerante... até certo ponto.

Ayla assentiu.

- O bom trato social é importantíssimo em sua nova vida, jamais se esqueça disso. Vamos?

E então, todos saíram daquela van. Martin veria uma grande mansão, de aparência medieval, bem rochosa. Estavam em uma espécie de garagem, que dava para um grande jardim.


___

Continue em Mansão do Arcebispo
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Martin - Ayla

Mensagem  Martin Gutierrez Fletcher em Qua Jan 14, 2015 6:45 am

A curiosidade de Martin não é plenamente saciada, mas só em pensar que beberia sangue novamente, ele se dá por satisfeito, embora ficasse mais ansioso ainda. Compreendendo que Ayla não falaria mais do que aquilo, ele olha para Hilary rapidamente e em seguida comenta num tom de voz mais baixo com Ayla:

– E Hilary? O que foi aquilo que ela fez na Brujah? Porque ela ficou meio doidona depois?

avatar
Martin Gutierrez Fletcher

Mensagens : 47
Data de inscrição : 06/11/2014
Idade : 38

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Martin - Angel

Mensagem  Admin em Qua Jan 14, 2015 2:39 pm

Ayla não se preocupou em responder em voz baixa.

- O que Hilary fez, foi a Diablerie. O ato de drenar um vampiro até sua última gota, e então, continuar...O que vem em seguida, é sua alma...

Ela sorriu, e então olhou para Hilary.

- E você, está bem? Parece um tanto... abatida.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 186
Data de inscrição : 12/01/2013

Ver perfil do usuário http://rageacross.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Angel - Narração

Mensagem  Angel - Hilary Braxton em Qua Jan 14, 2015 7:08 pm

Realmente o vampiro de ar latino era um novato, nem sequer sabia o que era uma diablerie… Isso fazia dele um alvo fácil para ser eliminado, quanto aos outros, ainda não saberia dizer. E agora aquela Ayla falando com ela… Sem vontade de responder, mas não tendo outra alternativa, ela responde:

– Estou puta pelo que aconteceu com Ahmed… mas… vai passar… com o tempo.

Claro que ela estava puta de verdade pelo que tinha acontecido com ela, mas isso não vinha ao caso. Ela então pergunta para Andrew, elevando o tom de voz para que ele, ouvisse:

– E pra onde é que estamos indo, Andrew?

avatar
Angel - Hilary Braxton

Mensagens : 8
Data de inscrição : 26/12/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: RUAS - Zona Norte

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum